Arquivo da categoria: 00.Eu

Meu 2013

Faz tempo que não posto

Gostaria de dividir um pouquinho com vc

Poucas horas para Acabar 2013

Como foi, e que conquistei em 2013…

Resumidamente meu ano foi maravilhoso

Tive dificuldades, mas também uma sabedoria que aprendi depois de muito sofrimento, bons livros e terapia

Foi um ano de crescimento e quando estamos em crescimento, não percebemos as dificuldades elas não são empecilhos.

Voltei a fazer coisas que amo…

Ginastica, claro aula de Cycle minha paixão

Terapia, não se preocupe…Estou bem!

Mas sempre acredito que podemos melhorar…

É necessário o auto conhecimento

E o melhor momento é na lucidez

Engordei…

Antes de terminar o ano, Emagreci.

Betania Sampaio

Betania Sampaio

 

Profissão, Trabalho, Sucesso…

Existe uma grande diferença em

O que somos e o que as pessoas acham

E necessário saber da nossa real capacidade,

E acreditei, confiei nos meus talentos…

E através desse sentimento eu conquistei muito e muitas coisas

Ser capaz

Nossa capacidade não podemos buscar no outro, está dentro de nós, as vezes requer tempo para encontra-la

Sentir-se fundamental é procurar ser fundamental

Pra que as coisas aconteçam

Projeto, protótipo, construção e obra

Estadio da Copa

Estadio da Copa

Família e Amigos

Família a nossa cresceu com a chegada da Beatriz tão desejadas por todos.

A Estrelinha…

Beatriz, bebe,

Beatriz, bebe,

Betania e Beatriz

Betania e Beatriz

Tias, primas que a muitos anos não tinha contato reencontrei e foi muito bom… Tia Lenice, Aninha, Martinha, Soninha, Tia Sonia e Tio João, Sandra, Eduardo… 

E meus filhos….

Estes agora adolescentes

João Victor com 15 e Carol com 13

Carol e João Victor

Carol e João Victor

Estamos aprendendo a nos conhecer nessa nova fase…

Momento de…

Incertezas, questionamento, direitos, deveres, insegurança, mudança…

Tudo fica tão intenso bem digno da adolescência

E os amigos…

Construí novas amizades, que ficarão pra sempre, Maria Luiza, Wolnei, Petrus, Lindon Jonhson…

E solidifiquei outras, Simone, Gabriela, Willian, Edson, Doka, Fernandinho (inesquecível e generoso)…

Alguns amigos que amo, esse ano nos afastamos um pouco, (apenas pelas circunstância da vida), amigos que foram bem presente em outros momentos, mas pra sempre farão parte de mim, Patricia, Laura, Debora, Ana Paula…

Saude e fé… (estão sempre juntos)

Coração, Anemia, Vesícula, Apêndice, Estomago…

Passamos por muito ¨perrengues¨…

Mas todos foram superados com muita tranquilidade e sucesso

Meu Coração…

Um dia estava jantando no aniversário da minha cunhada e

meu coração chegou a 230 batimentos por minuto.

Hora de parar

Para não, melhor…

Diminuir o que me faz mal e

Aumentar o que me faz bem

Momento de rever…

Pois, é lá no coração que tudo acontece

Coração: é um órgão muscular oco que bombeia o sangue de forma que circule no corpo. 

Essa é a definição, mas tem um significado incrível….

Coração… Vai além de um órgão

Simbolicamente está toda a nossa emoção,

Ele é o nosso órgão mais vibrante

Nas alegrias e nas tristezas

 

30 de abril Fiquei internada e

10 de maio recebi a notícia que teria que passar

por um procedimento cirúrgico…

Fui surpreendida

A princípio fiquei confusa, com medo,

No desespero procurei meu amigo e medico Luís Altenfelder

No outro dia já estava mais forte,

Acreditando…

Acreditei nos meus irmãos espirituais,

E eles vieram….

Em toda trajetória inclusive

E na hora da cirurgia e me acompanharam até obter sucesso e me sentir mais segura

Esse é o ano da ¨cura¨

Pessoas que amo tiveram problemas de saúde,

Todos superados…

Uma Vesícula a menos no caminho do Serginho

Um apêndice inflamado e retirado no João Victor

Um coração precisando de ajustes do amigo de longa data Ronaldo

Problemas ósseos de uma amiga que surgiu pra me ajudar, a grande Bianka

O estomago do João, pai dos meus filhos, que preocupou a todos

Nesse turbilhão, o João Victor e Carol amadureceram… Tiveram que enfrentar momentos de dificuldades e incertezas e foram fortes.

Um grande Amor… Uma Paixão

Isso me faltou em 2013

Estou falando de reencontro uma alma,

De encontrar alguém para evoluímos juntos

Pra crescer, contribui

Na verdade ¨Faltou¨ não seria a palavra certa

Tudo tem um momento,

Na verdade não busquei, porque estava arrumando outros lado da minha vida.

Senti que ainda não estava pronta,

Tem circunstancias na nossa vida que antes de estar com alguém precisamos muito estar com nos mesmos. Amor

A Paixão….

Eita!

Sentimento maravilhoso que sempre desejamos…

A paixão torna tudo tão encantador, colorido, tudo tem uma magia especial…

Lembrei agora de um trecho de uma Canção do Peninha, ¨Sonhos¨ gravada por Caetano Veloso, que descreve exatamente o que é paixão

Quando o meu mundo era mais mundo
E todo mundo admitia
Uma mudança muito estranha
Mais pureza, carinho,
Calma e alegria
No meu jeito de me dar
Quando a minha voz
se fez mais forte, mais sentida
A poesia fez folia em minha vida

Para continuar minha reflexão sobre 2013….

Fui no Parque Ibirapuera caminhar

Conclui que tenho muito a agradecer a Deus e ao meu anjo da Guarda que protege a mim e a minha família.

Chegando em casa depois de duas horas de caminhada…

Não sei explicar, mas queria muito entrar em contato comigo e tenho uma técnica, uso também quando estou muito cansada.

Tomar banho com as luzes do banheiro apagada, apenas com a iluminação da rua entrando pela janela

Numa penumbra…. E sentindo

A água, o som, o cheiro… O meu corpo

Tudo me aproxima dos meus pensamentos e me traz uma paz…

Estou lendo um livro, O poder do agora, que me fala exatamente disso,

É necessário estar no presente, não viver com a mente no passado, nem no futuro.

Viva sempre o agora

Feliz 2014 para todos.

Feliz 2014

Feliz 2014

Como desejo e o que espero de 2014…

(esse tema fica pra um próximo post)

Vou caminhando…  Depois conto 

Betania Sampaio

Betania Sampaio

Betânia Sampaio e o Grupo SSR Brasil.

O PERCURSO DAS ESCOLHAS…

VIDA PROFISSIONAL

Eu, Betânia Sampaio, Arquiteta, pós graduada em Comunicação visual, formada em Recife em 1991. Em 1992, mudei para Rio de Janeiro em seguida São Paulo. Estagiei a partir do primeiro ano de Arquitetura, 1986, em Escritórios e Construtoras, por 10 anos, atuei como Arquiteta de ¨prancheta e acompanhando obra¨.

A TRANSFORMAÇÃO…

A partir de 1996… Ou desde 1996 muito pelo acaso comecei a trabalhar com representação comercial na Construmet Estrutura Metálica. Amei o trabalho, percebi que o ingrediente;  comunicação (nato em mim) e conhecimento técnico era o ingrediente perfeito para ¨aquela atuação¨, o sucesso foi imediato, tinha muito prazer, conseguia usar minha experiência de Arquitetura com a minha ¨intuição¨ para resolver ¨problemas¨ de quem procurava a empresa. Construir relações de grande amizade com Diretor da empresa Wilson Ramos, inclusive com toda a sua família,  com amigos, com funcionários… E claro hoje tenho clientes que são meus amigos.

SOBRE A EXPERIÊNCIA…

Minha passagem pela Construmet foi de 16 anos, tive varias idas e vindas à empresa, pois a minha inquietação pelo universo da Arquitetura, Artes, Comunicação visual era muita grande, sentia vontade de outros conhecimentos, atuei: empreendedora no ramo de decoração de eventos e florista (Veja: Betânia Sampaio Flores e Café), Designer de moveis (Etna Home Store), Estilista de Acessórios de moda (da Daslu, hoje paralelamente vendo para as Lojas ShopMAM, Loja da FAAP, Lá da Venda).

PRECISO MUDAR…

Afirmo que uma das coisas mais difíceis que me aconteceu foi perceber que precisava de ¨mudança¨, novos desafios, novos parceiro, novos clientes, novos amigos, (aprendi com Tejon, só mudamos nossa vida quando mudamos nossas relações, tenho um post falando: Como mudar;)

O momento era de transição na minha vida pessoal consequentemente profissionalmente, precisava resgatar novos desafios, felizmente só consigo construir uma relação de trabalho quando existe confiança, cumplicidade, pessoas obstinadas que acreditam sempre na equipe e nos parceiros, pra mim os resultados comerciais, nada mais que uma consequência de um bom trabalho que inclui disponibilidade de desenvolvimento de um projeto e compromisso.

E AGORA SOU GRUPO SSR… 

Logo, SSR

Comecei paquerar algumas empresas… Por intermédio do Engº Willian conheci o Grupo SSR Brasil FEG Instalações começamos um namoro em maio, no final do ano depois de muitas conversa com o diretor da Empresa, Leonardo Souza e sua equipe, estávamos alinhados e com objetivos comuns. Agora no começo do ano de 2013 quero contar que faço parte da do Grupo SSRAgora vamos caminhar juntos por longa data, com a pretensão de termos na sua obra o parceiro estava procurando.

OBRIGADA, E FELIZ 2013.   

Para meus clientes/e amigos.   Betânia Sampaio.

Reencontro com a Infância…

Infância é lá que esta toda a sua historia…

Não é a toa que os terapeutas buscam na infância a historia dos nossos pais para explicar nossa historia, o padrão de funcionamento das famílias, não tem jeito… Esta impresso e é o permanece.

Betania Sampaio, Eduardo Setton,

Betania Sampaio, Eduardo Setton,

Fui passar as férias em Maceió com meus filhos e numa conversa surgiu o nome do Eduardo, meu primo. Num estalo resolvi ligar para ele, depois de mais ou menos 40 anos… (sem ve-lo).Eduardo Setton, Betânia Sampaio

Tia Vera, Ricardo, Eduardo

Tia Vera, Ricardo no colo, Eduardo

Eduardo, Serginho, Betânia

Eduardo, Serginho, Betânia

Betania Sampaio e Eduardo Setton,

Betania Sampaio e Eduardo Setton,

… E o Tio Alípio e Tia Vera, que saudades, primos do meu pai, Sergio Sampaio,  costumava chamava-los de tios, os pais amados do Eduardo, Ricardo e Leonardo com eles guardo as melhores recordação da minha infância.

Lembro muito claramente das noites de muita festa no terraço da minha casa, das serestas, em que a musica é o ingrediente principal da noite.

Na minha memória consegui guardar os sons, as letras das musicas que trouxe até hoje e consegui passar um pouco para meus filhos. (Um dia fui entrevistada na Escola da minha filha pelos seus colegas, e a professora da Carol, na época com 10 anos, veio me procurar e disse: Eu nunca vi uma criança ter um conhecimento musical como a Carol).

Casa de Tio Alipio e Tia Vera , Serginho e Ricardo no quadrado

Casa de Tio Alipio e Tia Vera , Serginho e Ricardo no quadrado

Na verdade pra mim foi muito importante retomar aqueles momentos em que me lembrava do Amor que Tio Alípio tinha por mim, ele sempre dizia: ¨Quem a sobrinha mais amada do Tio?¨ e eu numa felicidade infantil dizia: ¨eu¨.

Era fácil até descobrir porque… (risos). Eu era a única menina no universo masculino de Tio Alípio.

No clube, Eduardo, Tio Alipio, Tio Sergio Betânia,

No clube, Eduardo, Tio Alípio, Tio Sergio Betânia,

Lembro-me que tudo que acontecia nos meus pequenos anos de vida tornava-se manchete da coluna social da cidade: Sempre com minha foto e os textos: Hoje Betânia Sampaio, Filha de Sergio e Lucia Sampaio faz 5 aninhos…. Hoje a Betânia se forma no ABC… (risos).

E a Tia Vera, tão amiga da minha mãe, lembro-me que ela era uma mulher muito forte e moderna.

Aniversario do Ricardo

Aniversario do Ricardo

Rico e Leo, não sei bem quais são as lembranças que vocês tem da nossa infância… Mas foi um prazer poder reviver um pouco daqueles momentos com o Eduardo… Eduardo lembrando-se do Balanço que tinha na minha casa, das festas de aniversario super produzidas por minha mãe, dos nossos primos Rodrigo Rossiter, Luciana Sampaio, Soninha Sampaio… E o Serginho.

Meu aniversario, 3 anos

Meu aniversario, 3 anos

Meu Aniversario, 4 anos

Meu Aniversario, 4 anos

E o legal foi ver nossos filhos se ¨entendendo¨, achei muito louco isso… Chegando a ponto dos três;  Victor, 14, Carol, 12 e Daniel, 12, ficar fazerem graças das nossas lembranças: ¨olha só eles… Que conversa de velho…¨ (pena que não tive a oportunidade de conhecer a Beatriz).

João Victor, Eduardo, Betânia, Carolina

João Victor, Eduardo, Betânia, Carolina

Eduardo, assim que cheguei em São Paulo fui buscar fotos da nossa família na casa de minha mãe para compartilhar com vcs (Eduardo, Rico e Leo),

Amei rever as fotos e sei que também vai gostar. Percebi que se emocionou quando falou com a ¨Tia Lucia¨, e sobre a relação dela com a Tia Vera.

Que realmente foi linda. O amor vai muito além… Vem da alma. Este reencontro já estava marcado em outro plano.

Eu sempre comento… Na vida nada é por acaso, toda a família do meu pai, ama minha mãe e vice versa. Não é muito comum a família do ex marido continuar com a mesma amizade com a ex esposa. Até hoje a convivência familiar é grande, por sinal Tia Lenice prima legítima do meu pai, (que também estava no nosso reencontro), esta aqui em São Paulo hospedada na casa da minha mãe e elas tem uma amizade de anos… Que durante todos esses anos nunca foi abalada por nada.

Eduardo e Daniel um beijo. Betânia Sampaio

Nem nos meus melhores sonhos….

…Imaginava encontrar todos em de uma só vez

Pois é, um detalhe é capaz de promover encontros que nunca imaginávamos… (Em Maceió)

Tudo começou quando Tia Lenice levou um texto do João Victor, 14, meu filho, para que todos lessem, quando o João Sampaio (Tio João) leu ficou encantado, quis muito conhecê-lo. Ou seja, este foi o começo de um saboroso encontro de muitas recordações e sorrisos. E se quiser ler o texto segue o link: Fechando com chave de ouro.

Familia, Sampaio

Na foto acima da direita p/ esquerda: Arthur, Martinha, Tia Sonia, Tio João, Soninha, Aninha, Leonardo, Abaixo: João Victor, Carolina e Betânia Sampaio

Vamos lá!

Quem me recebeu a porta foi Tia Sonia, muito sorridente e feliz com a nossa presença, pois era claro que ela tinha preparado aquele momento com muito carinho… Tudo estava impecável na casa, havia um capricho implícito para nos esperar.  E aquela mesa, o que era aquilo… As comidas saborosas, sucos…. (né Soninha, suco), tudo perfeito.

Depois chega o Tio João, levando bronca da Tia Sonia pelos seus trajes simples para nos receber. Opa! Em um momento chequei a infância, revivia um momento que corriqueiramente se repetia.

Tio João com sua voz baixa diferente da euforia dos demais demonstrava toda a alegria de conhecer o João Victor, 14 e Carolina,12.

Ah! pra vc que não faz parte da família, ou os que estão entrando agora, como meus filhos, não se confundirem, Tio João é meu primo de segundo grau, primo de primeiro grau do meu pai, o Tio Sergio, mas quando criança aprendi a chama-lo de ¨Tio¨ pela diferença de idade e a Tia Sonia por ser esposa dele.Familia, Sampaio, Lazzari

Estavam todos lá os quatro filhos de Tio João e Tia Sonia… Meus primos, da minha geração, que convivi na infância… Chegaram as três filhas Martinha, Aninha e Soninha e por ultimo chegou o Joãozinho.

Aninha como sempre a mais exagerada, não permite passar despercebida em nenhum momento… Eu posso falar, pois tenho um pouco de Aninha, me identifico com estilo. Risos. Lembro-me dos nossos passeios em Recife, quantas compras… E as Bijus… quanto maiores melhor.

A Martinha, apesar de ser a que menos convivia presencialmente, pude acompanhar algumas de suas conquistas e decepções pelo FaceLenice postando sempre coisas das pessoas que ama. E garanto que esta muito, muito alem de um ¨nada¨ risos.

Atenção: Lenice Sampaio, Precursora do Mark Lukenberk (inventor do facebook), fazer amigos e unir as pessoas, é com ela mesmo.

A Soninha, sempre doce, voz baixa, atrapalhada e com uns comentários impossíveis de não sorrir… (muitas vezes por uma ingenuidade ou/e lentidão mesmo).

Soninha foi uma das primas que mais convivi, pois a nossa idade é próxima. Neste encontro podemos reviver tantas coisas… Soninha contando das mesas farta lá em casa. ¨Ahhh! Tia Lucia deixava tomar suco nas refeições, o que não era permitido lá em casa.¨

Das quedas que levamos na infância, inclusive uma que chegou até a desmaiar no Bompreço; Das festas de aniversario super produzidas, com a presença da nossa prima Luciana Sampaio que fazia parte do nosso grupinho mais próximo; Das brincadeiras do Tio Sergio fazendo de conta que arrancava o dedo…. Quanta coisa né!Martinha, Aninha, Soninha, Sampaio,

E junto com ¨elas¨ chegaram os filhos Leonardo-14,  Karine-22  e Arthur-31, uma nova geração, primos de terceiro grau do Victor-14 e da Carolina-12, (dos meus filhos), todos bem tímidos diante daquele falatório incontrolável.

O Thiago também estava lá, para ratificar a presença dele na ¨festa¨, ele mandou um sinal, foi quando a Aninha chegou com a homenagem dos seus colegas na mão cominando com a magia daquele momento de ter pela primeira vez na minha existência ¨o acaso¨ de uniu todos da família em volta da mesa.

O Thiago sabe, assim como nós, que Deus é alegria, ele quer nos ver sempre felizes e positivos, o nosso Pai maior não quer nos ver sofrer.

E o Leonardo, que Sorriso meigo. Acho que no começo um pouco assustado com tanto falatório e informação que vinha de todos os lados. Acho que estava dando o troco do nosso primeiro encontro.

Lembro que a primeira vez que o encontrei aconteceu o contrario eu que fiquei assustada… A Soninha levou o Leonardo-14, o João Antonio-16 e Silvio-9 ao Hotel Jatiúca. Estávamos hospedados e a Soninha levou seus filhos para conhecer e brincar com os primos João Victor-14 e a Carol 12, mais uma hora eles no Hotel teriam destruído todo o parque… (risos) eles tinham uma energia incrível. E a Soninha com sua voz calma ¨Leooo devagarrrr, Joãoooo¨.

A Karine, que orgulho, adoro quando encontro alguém que faz ou esta fazendo arquitetura, incrível lembrar que ela foi minha daminha de honra, ¨perfeitamente improvisada¨ levando lindamente as minhas alianças no meu casamento, eu estava com medo que ela tropeçasse naquele jardim e deixasse as alianças cair na grama, ai pronto… Nunca mais iria acha-las.

E o Arthur, pra vc queria pedir desculpa, acho que chegou no fervor do encontro, onde as emoções estavas a todo vapor e não dei a atenção que gostaria de ter dado, nas declarações do FaceLenice que não mente nunca, vc é muito especial e aguardo uma oportunidade para te conhecer melhor.

Família, SampaioPor ultimo apareceu o Joãozinho, (tem o ditado que diz o melhor vem sempre por ultimo)

Joãozinho, meu Deus o que é aquilo!

Quando adicionei vc no no meu face, tive uma grata surpresa. Comentei: ¨Tia Lenice o que é aquilo, o Joãozinho ficou tão bonito¨.

É… na infância a gente sempre tem um primo mais velho, e não tem coragem de falar com ele, porque meninas na infância sempre tem vergonha de meninos, e aqui pra nos, ele não era nada interessante. Fomos crescendo e cada um tomou um rumo e agora tive o prazer de rever solteiro e lindo. (risos).

E quem não estava lá também foi diversas vezes relembrado como o Serginho, que todos acharam mais bonito hoje, que Tio João não parava de lembrado nas conversas. A ponto da Carol falar: ¨Porque ele fala tanto do Tio?¨.  A Tia Lenice com as suas estórias que nos faz rir e sua memoria fora do normal. Lucia segundo todos muito generosa ao levar rosas vermelha ao Hospital em SP. Meu pai, o Tio Sergio e as participações dele nas brincadeiras da infância; e por ai foram as lembranças…

Para os mais novos…

Que ao reviver todos estes momentos também queremos dizer a importância de ter uma infância, uma adolescência uma vida bem vivida, que todos os dias são momentos que juntos farão nossa estória, as pessoas que amamos as que passaram por nossa vida, as nossas vivências, os nossos aprendizados, as nossas experiências e é por isso que temos que vive-los, pois experiência de ninguém vale a sua.

…E é vivendo que se tem uma estória a contar.

Sou  ¨de outra geração¨ tínhamos nossas lembranças e fotos para lembrar. Hoje alem das lembranças que estão em nosso coração e nunca existirá nada que destrua, teremos aqui o mundo virtual para relembrar nossos encontros.

Todas estas emoções e olhar que tive do nosso final de uma tarde de uma quarta feira e começo do ano de 2013, que com certeza me revingorou no ano novo, gostaria que compartilhassem comigo dizendo como se sentirão.

Um grande beijo e aguardo vcs em São Paulo. Betânia Sampaio

Meus momentos com Oscar Niemeyer.

Momentos inesquecíveis na vida… 

A primeira vez que conheci o Oscar Niemeyer foi no seu escritório dele no Rio de Janeiro em 1991, como estava hospedada na casa dos Arqºs Acácio Gil Borsoi e Janete Costa tive mais facilidade em marcar uma hora com o meu Mestre. Quem me conhece sabe que mesmo que não tivesse na casa de amigos em comum daria um jeito, até conhece-lo. Você acredita que fiquei uma tarde inteiraaa… eu e o Oscar Niemeyer conversando no seu escritório em Copacabana, como se fossemos velhos amigos, falando sobre Arquitetura, projetos para o futuro, vida pessoal, falamos até do nosso medo em comum claustrofobia, amenidade… Sentia que aquele momento seria histórico e foi mesmo, hoje posso contar para minha filha (que pensa em fazer arquitetura), conheci um dos maiores arquitetos do século. Depois deste primeiro encontro tive varias outras oportunidades de estar com ele… Em palestras, na Faculdade de Mogi, no Prédio da Bienal… (onde trabalhei).

Visita a Obra do Auditório de Ibirapuera, SP

Visita a Obra do Auditório de Ibirapuera, SP

E por ultimo em 2004/2005 as duas vezes que o Oscar Niemeyer visitou a Obra do Auditório do Parque Ibirapuera. Sinto-me orgulhosa, ¨também o acompanhei¨, na época a Prefeita era Marta Suplicy, mas todas as atenções foram para ele. Um amigo Arquiteto Ronaldo Fusco da Construtora OAS, que também nos acompanhou falou: ¨que orgulho ter um profissional de Arquitetura tão admirado e respeitado¨.Auditório do Ibirapuera,SP

Abraço Mestre… Continuará presente na vida de todos através de seus trabalhos e seus ensinamentos. Arqª Betânia Sampaio.

Até que enfim é segunda

Tudo começou numa segunda-feira, em que eu abri o Facebook e todos só reclamavam da segunda-feira, comentei com Antonio Passos, um amigo e diretor de uma Construtora, que não aguentava mais tantas reclamações com a ¨coitada¨ da segunda-feira e ele me indicou um livro que costumava citar em palestras: Até que enfim é segunda, Editora Sextante. Comprei o livro neste domingo, Quando meu filho de 14 anos encontrou o livro no carro disse: Como vc compra um livro deste? Talvez é a pergunta que vc também deva esta se fazendo.

Não sabia do que se tratava, mas como foi indicado por um ótimo profissional, que confio muito, tive a curiosidade de ler. Ainda estou no começo não posso falar muito. Mas, o livro trata dos ambientes de trabalho, dar exemplos de como as pessoas deveriam tratar seus colega e cliente, fazendo com que o seu dia profissional tenha uma boa energia. E por ai vai… Quando acabar de ler faço outro Post.Betânia Sampaio, Vou contar um segredo pra vc, na hora que comecei a ler este livro, pensei…. Este livro não é pra mim… (lembrei-me de varias pessoas que o indicaria, pessoas que parecem odiar o seu trabalho e do convívio com os colegas, tratam os fornecedores como se estivessem fazendo um favor, e os clientes idem.)

Quanto a mim, acho que tenho um problema inverso, não que ame segunda feira, mas amo tudo que faço, me dedico a tudo, e vou contar uma dificuldade que tenho, é muito, muito difícil estipular o valor de honorários. E por isso ainda vou escrever um livro com o titulo:

Tenho prazer no que faço e ainda ganho pra isso.

não é melhor….

Tenho prazer no que faço e sei cobrar por isso.

Acreditemmm meu prazer é sempre muito grande no que faço, não sinto que estou trabalhando, e isso já chegou a criar alguns problemas. Já até cheguei a falar sobre este assunto com minha  analista, cheguei a sentir muita culpa por ser assim… Otimista, leve, intima e claro sem esquecer-me de ser Responsável. E esta culpa me leva a crê que não mereço receber pelo que faço…  Consequentemente algumas vezes isso gera até uns apertos financeiros, mas estou me curando. (risos). Afinal estamos aqui para evoluir e a vida é sempre um equilíbrio e vamos atrás dele…

Na verdade, acho que alguma coisa ficou gravada no nosso DNA, que trabalho tem que ter sofrimento… Dá onde será que vem a ideia que temos que ser infeliz no trabalho?  Por que trabalhar tem que ser penoso? Porque eu só vou ter sucesso profissional se for uma pessoa dura com todos e amarga comigo mesma? Porque trabalho, que é trabalho, é sofrido!

Pois é… Saiba que vc pode ser feliz no trabalho.

Um ponto muito importante é o tal do ¨comprometimento¨. Costumo ser presente em todos os meus trabalhos, isso é primordial, aprendi com Empresário Wilson Ramos, e sigo esta regra sempre. Por pior que seja a situação, por mais bravo que esteja o seu cliente, por mais que tenha ¨pisado na bola¨, enfrente, dê retorno, o procure.

Lembrei-me de outra coisa que Wilson sempre fala: ¨não tenho clientes, tenho amigos¨, na verdade também sinto assim, vários e vários clientes que trabalhei consigo ter uma relação de amizade a anos. Outra do Wilson uma frase que diariamente repete: ¨A falta de dialogo é um problema¨, Ele se refere aos:  Eu achei que… Eu pensei que…. Eu entendi que… Ou seja, os diálogos não são claros e ai vira um monte de mal entendido.livro, betania sampaioA minha dedicação a todos os trabalhos que faço sempre é muito grande, pesando e vendo minha filha de 11 anos lembro-me de como era, acho que isso também tem haver com berço (com exemplos dos nossos pais), desde muito cedo todos os trabalhos da escola e mais tarde na faculdade eu me dedicava muito, sempre procurava ler muito conteúdo sobre o tema, exemplos, imagens, ilustrações e etc, (eu nunca gostava de fazer o que o professor pedia gostava de fazer alem…).

A Carol, com 11 anos fala sempre pra o irmão, pra os amigos, pra nossa funcionaria… ¨Não vou dizer como se faz, faça do seu jeito e Me surpreenda¨. Incrível né! Com 11 anos

Numa entrevista que assistir do Tejon no Jô Soares (vale muito a pena assistir, tem no site) ela falava: ¨Preste atenção na nova geração, aprendemos muito com ela¨. É verdade.

Bjs Betânia Sampaio

EU SOU RICA das graças de Deus.

Vendo ontem a novela ¨Avenida Brasil¨ com a Carolina Ferraz, em que ela chorava porque ¨FICOU POBRE¨

Lembrei de um post da Lili com um vídeo da Carolina Ferraz, ¨PORQUE EU SOU RICAAAAA¨, este vídeo e ótimo e abaixo segue meu comentário que fiz sobre este post na época.

Comentário: Lili, Adorei este vídeo, só não entendo porque todo mundo que tem raiva na TV joga as coisas na parede… Vc joga? Nunca conheci ninguém… Nem quero conhecer… (ah! conheci, lembrei!), mas tudo bem!!! Graças a Deus só foi um e já se foi.

Lili vc tem uma frase: ¨não faço porque eu sou rica¨, eu tenho uma que falo pelo menos uma vez por dia ¨Sou rica das Graças de Deus¨.
Na verdade este estória é o seguinte: uma empregada domestica que trabalhava na casa de uma amiga por sinal ela era ¨Rica¨, sempre contava que quando era criança a sua empregada passava ¨na cara dela¨ todos os dias ¨Sou rica das Graças de Deus¨ (Lili, não esquece de imaginar o sotaque pernambucano…sabe né!).

Então, a Lucia contava sempre: ¨MEU MAIOR SONHO DE CRIANÇA ERA SER POBRE DE DINHEIRO, PORQUE DESEJAVA SER RICA DAS GRAÇAS DE DEUS¨, tamanho era a SATISFAÇÃO que a empregada pronunciar esta frase.
E daí isso virou a frase mais usada na época da faculdade. E até hoje uso muito com as crianças quando pedem alguma coisa, fazem algum comentário sobre alguém ou alguma situação…

Não temos dinheiro ainda, mas… ¨Somos ricos da Graça de Deus¨

Ufa!!!! Como escrevi… Quase virou um post.    Bjs. Betânia

Lembram: Lucia de Andrade, Socorro Meireles, Balbina Martins, Teresa Lemos, Fabiola Oliveira, Tereza Simis… (quem mais lembra desta estoria?)  Agora virou post. Bjs amigos pobres e ricos da Graças de Deus. Betânia.